On this sequel of 'The Carrie Diaries', readers will follow Carrie as "she learns to navigate the Big Apple." During this "summer of firsts," Carrie will begin her love affair with New York City, make lifelong friends, and meet some fascinating guys that populated her early life.


Para ler a resenha do primeiro livro clique aqui, nossa gente que saudade de escrever aqui, e o blog tem 5 aninhos de vida já, completados no dia 25 de agosto, muita coisa mudou, mas calma que logo eu volto.
Eu terminei de ler esse livro faz duas semanas e tem tanto quote legal e tantas descobertas, apesar de ser um ame ou odeie, por que as resenhas no goodreads estão bem diversificadas eu não podia deixar de resenhar, para quem for ler a primeira resenha, sabe bem que eu não curti o primeiro livro.
Se você não leu o primeiro livro cuidado, pois a resenha tem alguns spoilers.

Carrie finalmente chega a Nova Iorque, mas ela não está com muita sorte, pois acaba sendo assaltada e acaba tendo que recorrer a ajuda da prima da sua inimiga dona la dona, o nome da prima dela é Samantha Jones e Carrie fica na casa dela por um dia até conseguir grana para ir para uma republica de estudantes.

Quando Carrie chega no endereço correto ela é recebida de forma meio ríspida pela dona do local, que informa as regras e uma delas é você não pode entrar depois das 22:00, e enquanto isso Carrie e Samantha começam a andar juntas em festas com pessoas muito bem conhecidas pela mídia,  e em uma dessas festas Carrie conhece Bernard, recém divorciado e com palavras doces e comportamento gentil, ele acaba fazendo com que Carrie pense somente nele o livro inteiro, enquanto Samantha está noiva de Charlie, ele pensa que ela é igual a todas as outras que vai larga a carreira depois de casar e esperar o marido com a casa limpa e janta pronta.

"Men in new york, they are spoiled.They're like kids in a candy store"

"If I don't respect myself, who will?"

"If you really care about me I mean me as a person and not just as a lover, then you're going to have to prove it"

Carrie começa o curso dela e uma das tarefas e escrever uma peça de teatro, claro que ela não sabe sobre o que vai escrever, ela até sente uma invejinha de alguns que tem talento de sobra, entre eles o Capote Ducan, o golden boy da turma, todas as meninas matam e morrem por ele, mas Carrie está muito deslumbrada por Bernard para prestar atenção e por fim decide escrever sobre o divórcio dele.

Certo dia Carrie estava andando pelas ruas de nova iorque desiludida com as atitudes de uma amiga que vive pulando de cama em cama, e que mente para um e para outro e isso a fez lembrar de como o ex dela a trocou pela sua melhor amiga, e ela encontra uma ruiva protestando e claro ela decide de aproximar para saber sobre, o nome dela é Miranda Hobbes que está estudando direito, claro que elas se identificam logo de cara, Carrie conta sobre sua amiga e claro que Miranda tem uma opinião formada sobre isso e como ela está agindo como uma prostituta barata e que os únicos beneficiados são os caras que estão dormindo com ela.

"Why do magazines do this to women? it's all about creating insecurity.Trying to make women feel like they're not good enough, and when women don't feel like they're good enough, guess what? Men Win.
That's how they keep us down."

"Except the problem with women's magazines is that they're wiritten by women."

Miranda e Carrie acabam se tornando amigas da mesma forma que elas começam a tentar ajuda Samantha com o seu noivo, ele quer que Samantha cozinhe para a família dele e como Carrie foi expulsa da república e teve que ir morar com Samantha, ela resolve ajudar.

"Everyone needs to see a shrink, otherwise you keep repeating the same ungealthy patterns"

"Everyone has something unhealthy from their childhood.If you don't deal with it, it can ruin your life."

Carrie começa a enfrentar alguns problemas com Bernard, é bem aparente de que ele não superou muito bem o divórcio e a ex vive sempre por perto o que acaba sendo um incomodo, Samantha encontra um obstaculo que pode arruinar de vez o noivado com Charlie, ela não sabe se conta e nem sabe se realmente quer se casar, Miranda encontra um namorado que  faz realmente feliz, ela chega até a desparecer um pouco afinal quer passar um tempo com ele.

"My Mother tried to teache me, but I refused. I reject anything that could turn me into  housewife"

"I have to ask my husband for money? I couldn't do it.I'd hate mysellf"

"Marriage turns women into whores, the whole thing is a sham"

"If you let people know, they want to kill you, they hate the truth"

Carrie descobre que certas coisas tem acontecido na casa dela enquanto esteve em nova iorque e que ninguém teve a decência de contar para ela, claro que fica chateada porém decide não pensar muito nisso e quando visita a família acaba sendo pior do que estava imaginando e decide voltar um dia antes para nova iorque.

"If i didn't like you, i wouldn't dance with you"

"If you hate men, how can you ever marry? have babies? I guess if yoy truly velieve a woman's only purpose in life is to marry and have children"

"Are there no limits when it comes to sex? Is sex really so powerful it can erase your history and common sense?"

"The broken glass is a great description of a broken heart"

"Haven't you heard the expression 'fake it till you make it'?"

"Was that the way to a happy realationship?turning yourself into what a man wanted?"

"Just beacause we're friends doesn't mean I have to lie about his personality"

"I'm not ashamed of anything I've done.Shame is a useless emotion."

Eu gostei do livro, de ver como Carrie conheceu as amigas e de ver a mesma personalidade que elas tem na série no livro também, claro que a Carrie está mais insensata e insegura o que é normal, adoraria que tivesse um terceiro livro, ainal tem muitas coisas que precisamos saber né não.

Espero que tenham gostado da resenha.




Depois de aprender o inglês resolvi adquirir um segundo idioma, tentei o francês mas é muito difícil então deixei para depois, decidi aprender o espanhol e tive aquela breve ilusão de que seria fácil pois é parecido com o português, não é bem assim, algumas frases são parecidas e outras nem tanto e quando você começa a conjugar os verbos que o bicho pega.
Vou dar dicas de cursos online que eu fiz de espanhol, uns deram certo e outro nem tanto.
Iped: esse é bom para começar, tem o plano gratuito de 20 horas e certificado no final do curso link aqui.
Umedy: Esse é exclusivo para quem já fala em inglês, é um ótimo curso, tudo explicadinho e no final de cada modulo tem um questionário para testar seus conhecimentos e você ganha um certificado no final link aqui.
Cambridge Institute:Esse eu comprei pelo groupon, estava com 70% e me custou 35 reais, fiz o teste de nível e parei no básico 2, esse curso é mais indicado para quem já fala inglês pois o colégio fica na Espanha, mas como era online não vi problema, esse curso eu tive 6 meses para concluir e foi o pior de todos, não tinha apostila, era meia duzia de palavras explicando e o exercício para fazer e ao final do curso para conseguir o diploma você tem que pagar 9 euros, apesar de tudo fui bem na prova e paguei pelo diploma em pdf, porque o  impresso custaria uns 27,00 euros, não indico de jeito nenhum link aqui.
Duolingo: depois da decepção de pagar por algo que não superou as minhas expectativas, procurei por outros meios e minha colega do trabalho me indicou o duolingo, fiz o teste e agora estou no nível 9, estou gostando bastante e é gratuito link aqui.

Eu tentei encontrar cursos perto de onde moro, mas não fechava turma nunca e as aulas particulares são muito caras,  quando fechou turma era de um nível diferente do meu, vou continuar tentando mas espero que tenham gostado do post.






Uma fisioterapeuta, Milli Chacravarty, irremediavelmente romântica conhece um príncipe, Rajput Vikram Singh Rathore, jovem e bonito que é completamente oposto a ela e noivo de outra pessoa, Kiara

Trailer
O filme conta a história de Mili uma fisioterapeuta que tem muita sorte no trabalho, mas não pode se dizer o mesmo quando se trata do amor, já perdeu alguns namorados por esses jeito excêntrico e extrovertido de ser, sua mãe vive rezando para encontrar alguém para se casar.

O rei precisa de um fisioterapeuta para voltar a andar, o colega de trabalho de Mili não pode ir pois se casou e ainda não teve tempo de ir viajar para a lua de mel com sua esposa, então ele decide mandar Mili, só que esse jeito de ser não vai ser bem aceito no palácio real e vai deixar o príncipe Vikram bem confuso.

Eu amei esse filme, adoro os filmes indianos cheios de música e alegria, Mili chega no palácio tirando foto de tudo,abraçando as estátuas e dizendo que vai postar tudo no facebook, a rainha não gosta muito da atitude dela e só não troca de fisioterapeuta, pois Mili é a última chance de fazer o marido voltar a andar novamente.

Na primeira noite no palácio a luz acaba e ela acaba entrando sem querer no quarto de Vikram, ela interfere nos negócios dele, dizendo que ele é frio e não entende as pessoas, mas apesar de tudo Mili acaba trazendo um pouco de vida para o palácio e até dançar com os empregados da casa ela dança, ela acaba se apaixonando por Vikram, mas será que ela consegue quebrar o gelo que tem no coração dele? e será que ele realmente ama essa noiva que ele tem mas mal vai visitar, recomendo que assistam para ver o resultado disso tudo.


Espero que tenham gostado do post,beijos

Trixie Watson has two very important goals for senior year: to finally save enough to buy the set of Dr. Who figurines at the local comic books store, and to place third in her class and knock Ben West--and his horrendous new mustache that he spent all summer growing--down to number four.
Trixie will do anything to get her name ranked over Ben's, including give up sleep and comic books--well, maybe not comic books--but definitely sleep. After all, the war of Watson v. West is as vicious as the Doctor v. Daleks and Browncoats v. Alliance combined, and it goes all the way back to the infamous monkey bars incident in the first grade. Over a decade later, it's time to declare a champion once and for all.
The war is Trixie's for the winning, until her best friend starts dating Ben's best friend and the two are unceremoniously dumped together and told to play nice. Finding common ground is odious and tooth-pullingly-painful, but Trixie and Ben's cautious truce slowly transforms into a fandom-based tentative friendship. When Trixie's best friend gets expelled for cheating and Trixie cries foul play, however, they have to choose who to believe and which side they're on--and they might not pick the same side.

Trixie é uma garota que ama marvel, DC comics e etc, ela é bem nerd e vive disputando as notas do colégio com Ben West, seu inimigo desde sempre, eles vivem discutindo sobre várias coisas e não podem ficar no mesmo lugar sem discutir.

A melhor amiga de Trixie começou a namorar o melhor amigo de Ben, e agora todos vão almoçar juntos na mesma mesa no refeitório da escola, o que vai obriga Trixie e Ben a aprender a conviver de forma civilizada, o lado ruim disso é que toda vez que ela fala algo que não o agrade as amigas dela ficam do lado dele e a tratam como se ela fosse a vilã, alguém esqueceu que esse mesmo Ben quebrou o braço dela na 6ª série.

Certo dia Trixie escuta suas amigas falando dela e de Ben, e depois dessa conversa ela para de implicar com ele e muitas coisas mudam a partir daí, Trixie começa a pensar sobre muitas coisas e se suas amigas são amigas de verdade e como se isso não fosse o suficiente, vários alunos do último ano estão sendo expulsos do colégio, rola um boato de que eles estão colando para ter as melhores notas e entrar nas melhores faculdades e Trixie precisa descobrir quem esta por trás de tudo isso.

Esse livro eu recebi do Netgalley, Trixie e Ben apesar de serem nerds,não são iguais ao que mostram em filmes e séries de tv, pessoas com baixa auto estima e que não são bonitos, ao contrário, eles são bonitos e só disputam para ver quem é mais inteligente ou quem lê os quadrinhos da buffy primeiro e etc.

O livro focou muito na relação deles,e se esse ódio todo na verdade não é amor, achei que a história dos alunos que foram expulsos tomou bastante foco do livro, o que foi desnecessário, o inglês do livro é médio, recomendo e esse vai ser lançado no dia 07 de maio desse ano, vamos torcer para alguma editora aqui do brasil tenha interesse.

Espero que tenham gostado da resenha.

Can the best thing happen at the worst time?

Her dad went crazy. Her mom left town. She has bills to pay and a little sister to look after. Now is not the time for level-headed seventeen-year-old Lucille to fall in love. But love—messy, inconvenient love—is what she's about to experience when she falls for Digby Jones, her best friend's brother.

With blazing longing that builds to a fever pitch, Estelle Laure's soulful debut will keep readers hooked and hoping until the very last page.


O livro conta a história de Lucille, seu pai tinha uma banda e depois de abandonar tudo para se tornar o homem da casa, ele enlouqueceu e foi para uma clinica, quando tentou voltar para casa ele não consegue olhar para a própria esposa e quase estrangula ela, e depois disso ele desaparece.

A mãe de Lucille não aguenta ter que ouvir as pessoas falando do marido maluco e decide ir embora, ela diz a Lucille que vai voltar quando estiver pronta, ela deixa as contas pagas e bastante comida, passa um mês e ela não volta, Lucille vai ter que encontrar um emprego para pagar as contas e dar um jeito para cuidar da irmã e estudar ao mesmo tempo.

Lucille conta com a ajuda de Eden, sua melhor amiga e Digby, irmão gêmeo de Eden por quem Lucille é apaixonada, ela até tenta esquecer o que sente por ele por um tempo, mas não consegue, e ele parece sentir o mesmo, mas tem uma namorada.

O livro é muito bom, quando estava perto do final a autora colocou alguns obstáculos desnecessários, nada que comprometa a qualidade do livro, claro que eu esperava um final melhor.

Esse livro eu solicitei no netgalley, tenhos outros para ler mas foi um dos únicos que gostei até agora.


Espero que tenham gostado da resenha,beijos.