O filme, intitulado There Are No Innocent Bystanders, foi dirigido pelo fotógrafo Roger Sargent e mostra entrevistas com os membros da banda e registros dos shows que eles fizeram em 2010.
Os destaques do documentário ficam para os depoimentos de Carl Barat e Peter Doherty em que são reveladas algumas das desavenças entre o Libertines.


O documentário que na verdade é uma entrevista feita em 2010 quando a banda decidiu se reunir para tocar no festival Reading e Leeds, eles falam de como tudo começou,como se conheceram e os motivos pelo qual fez com que a banda chegasse ao fim.

Pelo que eu percebi Carl e Peter eram muito unidos, algo que sempre acontece na maioria das  bandas, eles tinham medo de tocar as próprias músicas por acharem agressivas demais, mas por fim eles tomaram coragem e começaram a fazer sucesso, e como em toda banda existe aquele momento em que um e outro começa a usar drogas, mas no caso do Peter não foi algo passageiro e ele sempre estava convidando Carl para ir junto com ele para os lugares onde teria exatamente isso e ele não queria ir.

Carl até deixou bem claro que não queria saber da mesma história que já foi escrita um milhão de vezes, um cantor famoso viciado em drogas, como ele e Peter costumavam fazer tudo juntos então foi ai que as coisas começaram a ficar complicadas,isso interferiu no desempenho da banda e teve um momento em que Carl decidiu demitir Peter, por que ele não iria ficar parado vendo uma das pessoas que ele mais gosta no mundo se afundar desse jeito,ele diz não se arrepender da decisão e se voltasse no tempo faria novamente.

O documentário falou pouco sobre as músicas ou sobre como elas foram escritas o foco era no relacionamento de Peter e Carl e é triste por que mostra que eles guardam muita mágoa,Peter não consegue esquecer o fato de ter sido expulso da banda, ele sabe que perdeu a confiança que Carl tinha nele, mas no show mostra que existe uma grande possibilidade da banda voltar de vez.

Comparado com outros documentários que assisti esse foi bem resumido e difícil de encontrar, foi engraçado ver Carl olhando uma muro cheio de mensagens de fãs da banda,ele ligando para várias pessoas incluindo o médico que atende ele para ir no show da banda, eu como fã tenho a esperança de que eles voltem a compor músicas novas e enfim existe essa possibilidade,não posso deixar de ter esperanças e para quem curte a banda recomendo que assita o documentário.

Espero que tenham gostado do post,beijos.

9 Comentários

  1. Oi!! Segui seu blog! Muito fofo! se puder visitar o meu e seguir tb! www.bydanipires.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Bem interessante, gosto bastante de documentários, mas faz tempo que não assisto um.Beijos

    ResponderExcluir
  3. Documentários são bons que nos deixam mais por dentro das bandas/artistas que gostamos...
    Essa banda aí não conheço, não curto muito o estilo...

    ResponderExcluir
  4. Parece ser bom, e eu nem conheço a banda é até bom pra eu conhecer né?

    Bitocas!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi ;)
    Adoro documentários, eu posso passar horas vendo sem me cansar! rs
    Confesso que não conheço a banda, mas como a Thami (do comentário antes do meu) falou "é até bom pra eu conhecer né?"

    Tem resenha nova lá no blog, quer ler?
    Desde já obrigada!

    Fallen In Me
    - PatyScarcella

    ResponderExcluir
  6. Adoro documentários. Parabéns pelo blog.

    Beijos
    www.heyealaysa.com

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Adorei o post. Não conheço a banda e nem conhecia sobre esse documentário, mas minha irmã deve conhecer, ela conhece tudo UAHSUAHSUA Indicarei para ela.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  8. Não conheço a banda, mas acho que é bom assistir ele pra conhecer ela né? Ou você recomenda o contrário? HHIUAHS
    http://leitecombiscotos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi! Eu lembro de ter assistido esse documentário e de ter ficado ainda mais apaixonada pelo Pete Doherty (é assim que escreve?). Tem um tempo que não escuto The Libertines, vou colocar de volta nas minhas playlists.
    Beijos
    http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/2014/04/leituras-03-marco-de-2014.html

    ResponderExcluir