A Lista Negra - E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas. A lista negra, de Jennifer Brown, é um romance instigante, que toca o leitor; leitura obrigatória, profunda e comovente. Um livro sobre bullying praticado dentro das escolas que provoca reflexões sobre as atitudes, responsabilidades e, principalmente, sobre o comportamento humano. Enfim, uma bela história sobre auto-conhecimento e o perdão.


Valerie sofria bullying o tempo inteiro de seus colegas de classe,Nick era novo no colégio mas mesmo assim não escapou das piadas, ela era chamada de irmã da morte, os dois começaram a sair juntos pois se identificavam de alguma forma, a mãe de Nick vivia trocando de marido e os pais de Valerie brigavam o tempo inteiro e ela encontrou em Nick alguém em quem podia confiar,desabafar e esquecer de todo o caos que estava acontecendo em sua vida.
Valerie criou a lista negra como uma forma de liberta a raiva que ela sentia de pessoas que implicavam com ela desde o primeiro dia do colégio, ou daquelas que um dia passaram por sua vida e do nada viraram as costas, ela falava que queria matar a pessoa em um momento de raiva, e jamais imaginou que Nick levaria as palavras dela ou a lista a sério.

Valerie fica tentando voltar as lembranças do passado,tentando encontrar um culpado, como o cara que ela amou, que a consolou nos momentos difíceis, foi o mesmo que atirou nos colegas do colégio a sangue frio, ela fica se perguntando como não percebeu  o que se passava na cabeça do próprio namorado, além de tudo ela tem que levar a culpa de algo que não fez.

Tenho que dizer que esse não é um livro fácil de se ler, dá um pouco de raiva e dó da Valerie ao mesmo tempo, raiva por que em nenhum momento ela sente raiva de Nick, por que se ele não tivesse matado os colegas, ela não levaria a culpa,não seria chamada de assassina, não teria que aturar os olhares de repulsa do próprio pai e não passaria dias na ala psiquiátrica do hospital.
O livro fica mostrando vários flashbacks de quando Nick  ainda estava vivo e de quando aconteceu o tiroteio, ele não saiu atirando sem nem olhar quem estava na frente dele, ele procurava por cada pessoa que estava na lista e atirava, não adiantava se esconder, depois de muita terapia e depois da policia provar que Valerie realmente não tinha nada a ver com isso, ela junto com seu psicólogo decidiu que ela deveria voltar ao mesmo colégio, por que não seria justo fazer a família inteira se mudar.

Então o foco foi, nós nunca sabemos quem esta ao nosso lado,quem as pessoas realmente são, Valerie tenta colocar a culpa em um amigo de Nick por que ele usava maconha e batia na namorada, ela acha que ele foi responsável por Nick agir assim, mas ele se escondia e as vezes ele deixava transparecer esse comportamento,mas Valerie estava cega de ódio e amor, ódio pelos colegas que não deixava ela em paz e amor por Nick que ela pensa que era a salvação das coisas ruins que aconteciam com ela.
O livro é muito bom, eu adoraria que a personagem fosse menos submissa e tivesse mais amor próprio e bom senso,como se pode continuar a amar alguém que quase te colocou atrás das grades.

Espero que tenham gostado da resenha,beijos.


3 Comentários

  1. Pela sinopse parece ser uma história bem forte e como você disse, de leitura mais complicada. Mas achei bem interessante...

    http://heyimwiththeband.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, á quero ler!
    Super acredito que todos temos um pouco de vilão e mocinho dentro de nós...todos somos bons e mals ao mesmo tempo!
    Livro bem interessante

    Um Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Poxa, faz tanto tempo que eu não pego um bom livro para ler e quase todas as vezes que eu venho aqui, minha lista de desejados aumenta um pouco mais. rsrsrsrs.

    A história parece ser bem interessante, fiquei curiosa.

    ResponderExcluir