Sinopse: Ninguém sabe o que aconteceu na noite que Echo Emerson passou de garota popular com o namorado atleta para "Freaky" com cicatrizes em seus braços. Mesmo Echo não conseguindo lembrar a verdade sobre aquela noite horrível. Tudo o que ela sabe é que ela quer que tudo volte ao normal.Mas quando Noah Hutchins, o garoto sexy, solitário, explode em sua vida com a sua atitude dura e compreensão surpreendente, o mundo de Echo muda em formas que ela nunca poderia ter imaginado. Eles não devem ter nada em comum. E com os segredos que ambos mantêm, ficar juntos é praticamente impossível. No entanto, a atração entre eles se recusa a ir embora. E Echo tem que se perguntar o quão longe eles podem empurrar os limites e o que ela vai arriscar para ficar com o cara que pode ensiná-la a amar de novo.

Echo era uma das garotas mais populares do colégio, namorava um dos garotos mais desejados e fazia parte do grupo de líderes de torcida, mas tudo mudou na noite que sua mãe a atacou e deixou várias marcas nos braços de Echo e desde então nada mais foi o mesmo na vida dela, Echo sabe que sua mãe é a responsável pelas cicatrizes que ela tem no braço, mas ela não consegue se lembrar claramente do que aconteceu naquela noite e o porque disso ter acontecido, a mãe dela é uma artista,  ela já pintou e vendeu vários quadros mas ela tem bipolaridade tipo um e ela teria que tomar remédios, mas ela parou por que os remédios bloqueavam a criatividade dela.

O pai de Echo fez de tudo para ter a guarda total de seus filhos a família já estava abalada pelo fato do irmão mais velho de Echo ter morrido no exército, o pai deles se casou de novo com a babá de Echo e desde então o mundo dele gira em torno dela, apesar de tudo Echo não tem raiva de sua mãe e várias vezes tentou entrar em contato com ela, mas seu pai não aprova ele quer que Echo volte a ser como era antes, e que ela tenha ótimas notas para poder entra em uma boa universidade.

Noah perdeu os pais em um incêndio, ele conseguiu salvar seus irmãos mas eles foram separados pelo sistema adotivo, os irmãos de Noah foram adotados pela mesma família enquanto Noah enfrentou problemas com uma das famílias que ele ficou e acabou perdendo o direito de visitar os irmãos dele, agora ele só pode ter visitas limitadas e com horas contadas.

Todo mundo pensa que Noah é uma pessoa ruim, mas ele não é responsável pelas coisas que aconteceram com ele e se os pais dele ainda estivessem vivos ninguém iria criar falsos rumores sobre ele no colégio onde estuda, tudo que Noah quer é se forma, ter boas notas e um bom emprego para que ele possa ganhar a guarda de seus irmãos mais novos, mas para isso ele vai precisar de um tutor para incentivá-lo a melhorar as notas do colégio.

Noah sempre achou Echo bonita mas ele pensa que ela é só uma patricinha mimada, até o momento em que ele descobre que ela é a nova tutora dele, ele acha estranho o fato de que qualquer coisa que ele fale faz com que Echo comece a chorar, ele não entende bem o comportamento dela e sabe que ela sumiu por um tempo do colégio mas nunca soube o por que.

Depois de passar um tempo juntos Echo e Noah descobrem que tem algo em comum, ela precisa pegar o arquivo que tem na sala da psicologa para descobrir o que aconteceu com ela na noite em que foi atacada pela própria mãe, e Noah precisa também do arquivo da mesma psicologa para descobrir com qual família seus irmãos estão morando para tentar provar que eles não são bons o suficiente para cuidar deles.

Eu adorei esse livro apesar de ser comparado com o livro Química perfeita da Simone Elkeles, mas esse livro é mil vezes melhor, resumindo a história de química perfeita é diferente por que o mocinho do livro fez escolhas erradas e ficou  choramingando o livro todo.
Pushing the Limits foi bem escrito de verdade no começo Echo ainda tenta ser como era antes, tenta namorar o mesmo garoto e volta para o grupo de lideres de torcida, mas o problema é que várias vezes ela vê o pessoal questionando o fato dela usar blusa de manga comprida, e o fato do namorado exigir que eles façam sexo sem ela ter vontade, com o tempo ela começa a sentir interesse pelo Noah ele não olha para ela com pena e mesmo sabendo que ela esta marcada por cicatrizes ele ainda se sente atraído por ela.

Parte do livro é o desenvolvimento do relacionamento de Noah e Echo, de como eles prometem se ajudar nos problemas que eles estão enfrentando no momento e isso faz com que eles se aproximem mais ainda, deixando todo o ódio desnecessário de lado e mostrando que as aparências enganam, depois mostra mais um pouco de como era a família de Noah e vai focar nas decisões dele entre sacrificar seu futuro para criar os irmãos mais novos ou deixar eles serem adotados por outra família, e Echo que luta para lembrar do dia em que foi atacada pela própria mãe e tenta superar a falta que seu irmão mais velho faz na vida dela.

Eu tinha medo de me decepcionar com esse livro da mesma forma que me decepcionei com Química Perfeita, e acho que o fato de todo mundo ficar cheio de amor para cima desse livro não ajudou, eu ainda penso que Leaving Paradise foi a única série boa que li de Simone Elkeles e se tivessem comparado Pushing the limits com esse livro ai sim eu poderia dizer que são parecidos.

Eu gostei do livro falar um pouco de bipolaridade eu jamais imaginei que existia o tipo um e dois, e também amei todo o amor que Noah sente pelos irmãos e de todas as coisas que ele fez para tentar ficar perto deles,  Echo que tentou honrar a memória do irmão arrumando o carro dele, esse livro é muito lindo tem uma mensagem maravilhosa, o inglês é fácil.

No final do livro a autora postou uma playlist de músicas que ela se inspirou para escrever algumas cenas o que eu achei muito legal, o livro vai ter continuação mas vai ser a história da Beth uma menina que Noah ajudou no livro e tem até o primeiro capítulo desse livro mas não tive interesse de ler.

Espero que tenham gostado da resenha.

9 Comentários

  1. Curti muito a temática do livro,a resenha me despertou bastante interesse.
    Achei legal a autora divulgar uma playlist que contribuiu para inspirá-la.
    Abraço!

    Bruno
    http://oexploradorcultural.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Muito obrigada, eu estava loucaaa pra ler uma resenha sobre esse livro. Estou procurando mais livros que não foram lançados no Brasil ainda e amo quando encontro alguma coisa legal.
    Até que fim encontrei alguém que não gostou de Química Perfeita, assim como eu. Nunca li uma resenha sequer dlee que não tivesse uma nota 5. Eu dei uma nota 3 porque achei tão clichê...
    Fiquei louca para ler esse livro! Mas a pobre aqui ainda não tem cartão internacional então tem que se virar para encontrar aqui no Brasil mesmo.
    beijos!

    Andressa
    umdiaacadalivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu baixei em ebook e li assim mesmo eu tbm não tenho cartão internacional

      Excluir
  3. *___* resenha perfeita ..
    adorei, a historia.
    Esse vai pra minha lista
    http://www.episodiodehoje.com/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, achei até que essa imagem era de um cartaz de filme! Não parece?

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro e adorei sua resenha. Fiquei morrendo de vontade de ler *_*
    A história parece ser mto boa. Não lembro de livros que falam da bipolaridade, deve ser interessante.
    bjuxxxx

    ResponderExcluir
  6. oi,
    q resenha ótima!
    EU li esse livro em ebook, e adorei.
    concordo com vc, esse livro é mil vezes melhor que Quimica perfeita, eu tbm não curti ele.

    http://www.lostgirlygirl.com

    bjos

    ResponderExcluir
  7. Olá, quem tiver o e-book e puder me disponibilar eu agradeceria bastante!
    Beijos

    flavianbarbosa@gmail.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, alguém poderia me enviar o e-book? quero muito ler esse livro. Bjos

    ingryddinhacapela@hotmail.com

    ResponderExcluir