Sinopse - Derby Girl - Shauna Cross

Bliss Cavendar é fã de indie-rock, tem 16 anos, é adorável e excêntrica, mas vive presa em Bodeen, uma cidadezinha do interior do Texas. A mãe, uma viciada em concursos de beleza, está decidida a fazer a filha vencer o concurso da cidade. Mas Bliss finalmente descobriu uma saída: Roller Derby, um esporte radical, só para garotas estilosas e divertidas como ela. E, junto com machucados homéricos e músicos gatos, vai conseguir algumas lições que até mesmo uma descolada praticante de Derby não pode ignorar!

Bliss esta cansada de participar de concurso de belezas, certo dia a mãe dela a leva para fazer compras  e diz que ela pode escolher o que quiser, claro que ela sabe que a mãe só esta fazendo isso para convencer ela a participar de mais um concurso e é nesse dia que Bliss vê os folhetos falando sobre o Roller Derby.
Bliss fica muito empolgada e acaba indo com sua melhor amiga Pash, depois ela decide que esta cansada de viver numa cidade pequena onde não encontra ninguém com quem se identificar e decide participar do Roller Derby, claro que Pash não concorda por que isso significa que ela vai conhecer pessoas novas e que elas não ficar menos tempo juntas, Bliss sabe que no futuro Pash vai passar no vestibular e sair da cidade em um piscar de olhos, e que se ela não aproveitar essa oportunidade agora vai se arrepender pelo resto da vida.
Ela consegue entra para o grupo das Hurl Scouts e começa a ter destaque na competição, ela até conhece um cara legal que vai deixar ela super balançada mas as meninas do grupo já avisam que não vale a pena namorar com caras de banda, mesmo que ele seja lindo e fofo, Bliss não liga por que ela esta vivendo o melhor momento da vida dela.

Eu adorei o livro essa foi a terceira vez que tentei ler, mas sempre surgia outro livro e também a Bliss parecia ser meio chatinha, mas eu dei uma chance por que adorei o filme.
Como toda adaptação no filme eles dramatizaram e colocaram algumas coisas que nem existiam, só para dá mais emoção ao filme o que eu achei desnecessário, comparada com as milhares de adaptações que já li e vi não esta tão ruim assim.
Eu gostei do fato da Bliss ter sido um pouco egoísta, ela não podia viver em função apenas da amizade da Pash, mas infelizmente ela não entendeu tanto assim por que ficou morrendo de ciumes o livro todo.

Eu me identifiquei um pouco com a Bliss, por que eu também tive a minha fase de gosta de uma música diferente (ainda gosto) de não encontra pessoas que gostassem das mesmas coisas que eu, a única diferença é que a Bliss selecionava os amigos dela pelo gosto musical coisa que eu nunca fiz.

Amei o livro e recomendo, uma pena que tenha poucas páginas.

Quotes
"Como é que esses dois idiotas encontram o amor enquanto nós passamos por uma seca de romance?"

"Por que não posso ser uma daquelas garotas cujos pais apenas entregam seu cartão de crédito para comprar o que quiserem sem interferência? Alguém, por favor, me diz como conseguir a poção mágica que faz os pais obedecerem a essas leis de compras para adolescentes."

"Estou me lixando para o certo/errado das revistas de moda"

"Gentilmente enfie sua bunda e calcinha-tamanho-band-aid de volta em seu jeans-apertado-demais, e não seremos forçadas a vomitar em você."

"Se o punk-rock fosse um esporte organizado por garotas rudes sobre patins, o resultado seria Roller Derby."

"Ser espancada por um bando de garotas duronas de patins não é exatamente minha ideia de diversão."

"Estou tão acostumada a não dar a mínima para o que os outros pensam, e mesmo assim de repente uma onda gigante de insegurança me atinge."

"De repente me pergunto o que mais posso ter dentro de mim que foi reprimido por anos e anos participando de concursos de beleza."

"O delicioso roqueiro que assombra cada devaneio meu desde que pus os olhos nele pela primeira vez seis semanas atrás."

"E estou me divertindo demais para tristezas românticas."

"Só de pensar em Oliver meu sutiã praticamente abre sozinho."

"Bodeen não tem registros de crime. Crimes contra a moda, sim. Mas crimes de verdade, não".   

"Me sinto tão exposta que o sol machuca, o vento arde, e não consigo me livrar dessa onda de dor súbita que me joga contra a praia."

"É difícil se enganar quando se é uma pessoa esperta, mesmo quando se sente burra. "

Espero que tenham gostado da resenha, para quem ainda não assistiu o filme falei dele aqui

Obs:. Tem post meu sobre os lançamentos literários desse mês no bloggallerya

9 Comentários

  1. Nossa, eu não sabia que esse filme era um livro, e pelos trechos parece que é bem mais legal. Eu adorei o filme e o esporte então talvez eu leia sim esse livro, parece ser legal para descontrair :)

    cafeecookies.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Parece ser legal o livro, um dia que eu achar em promoção compro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Parece ser bem bacana, valeu pela dica!!!

    ResponderExcluir
  4. gostei! parece que é bem legal.

    bjs
    http://marymicucci.com

    ResponderExcluir
  5. Fiquei interessada por esse livro, porque eu descobri esses esporte tem pouco tempo, e gostaria de saber mais sobre.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Parece ser muito bom :)

    Beijos, Vi
    www.leonapoet.com

    ResponderExcluir
  7. Gente, eu AMO esse livro! Sério, é um dos meus favoritos (já viu o filme? acho que chama whip it. ODIEI, É HORRÍVEL. A BLISS PARECE UMA LESADA.) Conheci o roller derby com o livro ano retrasado e foi o que me fez ficar com vontade de aprender a andar de patins, mas o único que eu tenho é aquele rosa da Rihappy, então prefiro só ler mesmo. ASIUHDIUASHDIUASH
    Beijos ♥

    Conspirantes

    ResponderExcluir
  8. Opa, não vi o trecho que você falou do filme, sorry KKKKKKKKKK SÉRIO QUE VOCÊ GOSTOU?

    ResponderExcluir