Sinopse: The Carrie Diaries é a série que servirá de prelúdio de Sex and the City. A trama contará a história da juventude de Carrie Bradshaw (AnnaSophia Robb) durante os anos 1980 – sua vida no colégio, suas dúvidas sobre amor, sexo, amizade e família, ainda quando morava em sua cidade natal, antes de ir para Nova York.

A série é adaptação do livro Os Diários de Carrie a autora do livro queria mostra como era a personagem na adolescência e como ela conheceu suas melhores amigas.
O fato de ser uma adaptação já faz com que todos criem expectativas,Sex and the City foi uma série que fez muito sucesso, mostrou mulheres que optaram por colocar a carreira profissional em primeiro lugar,para depois tentar encontrar um grande amor.

O primeiro episódio já começa com Carrie procurando pela bolsa da mãe, e tendo uma briga com a irmã mais nova, faz três meses que a mãe dela morreu e todos no colégio a olham com  pena,  alguns evitam ficar por perto, enquanto ela estava de luto suas melhores amigas aproveitaram o tempo de férias para namorar e perder a virgindade, outra novidade é que Sebastian Kydd esta de volta, Carrie gostava dele quando era mais nova e pensou que jamais o veria de novo.


O pai e  Carrie acredita que ela precisa de algo para ajudar a superar a perda da mãe, e consegue um estágio para ela em Nova Iorque, Carrie fica fascinada com a cidade e com a possibilidade de viver algo novo.

Eu não gostei muito, a impressão que eu tive é que Carrie foi para Nova Iorque trabalhar e voltou de lá com a ideia de ser escritora, o que é muito diferente do que eu li no livro.

O que mais mostrou nesse primeiro episódio foi Carrie ficando surpresa em saber que as amigas dela não são mais virgens, ela deixando de ir ao baile para curti a noite em Nova Ioque e tentando substituir a mãe e sendo atenciosa com a irmã mais nova, e as roupas bonitas que colocaram na personagem.
Não mostrou que ela tem o sonho de ser escritora desde quando era mais nova, no livro ela tem duas irmãs e o pai não gosta muito dessa ideia dela ir para Nova Iorque, e ela só sai de casa para viver em outra cidade bem depois de muitas coisas acontecerem, e não dá a minima para a rebeldia da irmã por que ela esta muito preocupada com seus problemas pessoais (leiam a resenha do livro aqui).
O que é bizarro na série é que fala "antes do sexo e da cidade" sendo que ela já esta na cidade,muita coisa mal feita, para uma menina que perdeu a mãe a três meses ela esta agindo como se nada tivesse acontecido.
Não me entendam mal, sei que a série não chegará aos pés de Sex and the City, não assisti esperando nada parecido, só não vi a necessidade de modificarem a história toda e incluir personagens que não existem, essa de focar mais na moda do que no sonho dela de ser escritora deixou tudo de uma forma tão fútil, não é a toa que os fãs órfãos de Gossip Girl estão apostando na série.
Vou assistir (aturar a série) por mais um tempo, Carrie nunca foi minha personagem preferida estou esperando para ver quem vai interpreta a Samatha,Miranda e Charlote.

Espero que tenham gostado do post, beijos.

11 Comentários

  1. Eu não assisti D: Mas adorei a Sinopse, deu vontade de ver!


    http://cindereladementira.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/CinderelaDeMentira

    ResponderExcluir
  2. Nunca assisti, mas depois de vc falar que é meio Gossip Girl resolvi que não quero ver :x
    Odiava GG então acho que não é o tipo de coisa que eu gostaria de assistir. Mas me interessei muito pelos livros :D
    Bjuxxxx

    ResponderExcluir
  3. Ande lendo em dois blogs sobre essa série parece ser bacana, boim deixo voltar de viagem, atualizar nos ultimos episódios das quais assisto e depois ver quem saber ^^
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Não acompanhei o Sex in the City, por isso fico meio por fora dessa nova série...

    ResponderExcluir
  5. Eu não li o livro, talvez por isso tenha gostado tanto desse série. Estou doida pra Samatha, Miranda e Charlotte entrarem logo!

    Beijo
    Sun Rises Here

    ResponderExcluir
  6. Eu tinha a vontade de assistir a série, mas agora fiquei com vontade de ler o livro. Mas se eu ler o livro, sei que vou detestar a série. E agora? HAHA
    http://oicarolina.wordpress.com

    ResponderExcluir
  7. Eu vi o pessoal falando tanto desse seriado que fiquei com vontade de assistir, mas sei lá acho que não faz meu tipo. Ainda mais agora, vou optar pelo livro mesmo.Só preciso tomar coragem pra começar hauha

    Beijos
    Blog  ♥ Sorteio 

    ResponderExcluir
  8. Quero muito assistir essa série!
    Beijos, Aline
    http://24diasdeprimavera.wordpress.com

    ResponderExcluir
  9. ainda não assisti mas nunca vi uma série com taantas propagandas boas! hahaha, tenho que baixar (: bjss

    www.alittlerockalittleroll.com

    ResponderExcluir
  10. ODEIO quando eles mudam a histórtia do livro sem necessidade. Realmente, o fato de ela ir para nova york antes e focar mais na moda é uma idiotice. A Carrie pode ser um pouco fútil, mas ela é inteligente poxa...acho que o segredo é assistir fingindo que não leu o livro ( difícil).

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lilian

    Tudo bem?

    Entendo o que você quer dizer quando a série foge um pouco dos livros; eu também achei isso MUITO estranho quando estava assistindo...Mas acho que o que os produtores e roteristas tentaram fazer foi meio que aproximar de Sex and the City...que, convenhamos, é praticamente só o sex, né? Talvez por isso, o foco do piloto fique apenas nos relacionamentos das amigas dela. A parte da moda, acho que é bem forte no livro...e não foge muito do que era apresentado em Sex and the City. O estranho mesmo foi não mostrar que o interesse da Carrie pela escrita era algo que vinha desde quando ela era pequena. Também achei estranho cortarem a Lali, mas vamos ver onde vai dar, né? Aguardo as aparições de Samantha, Miranda e Charlotte.

    Acho que nao dá pra assistir a série esperando uma adaptação muito fiel...afinal, são duas plataformas completamente distintas. O livro não tem material suficiente para fazer uma série com mais de duas temporadas, por exemplo...O jeito é ler os livros e apreciar a série. Sex and the City mesmo erra FEIO ao mostrar que o pai da Carrie a abandonou quando ela era criança, deixando claro que quem a criou foi o pai. Já nos livros e na série The Carrie Diaries, vemos que a mãe da Carrie morreu e que o pai foi quem a criou...

    O jeito é encarar cada coisa como ela é, hha...e aproveitar como pudermos!

    Gostei da sua resenha e me desculpe pelo comentário longo!

    Beijos e bom final de semana para você,

    Michas
    http://michasborges.blogspot.com

    ResponderExcluir