Sinopse - Sangue Quente - Isaac Marion

R é um jovem vivendo uma crise existencial - ele é um zumbi. Perambula por uma América destruída pela guerra, colapso social e a fome voraz de seus companheiros mortos-vivos, mas ele busca mais do que sangue e cérebros. Ele consegue pronunciar apenas algumas sílabas, mas ele é profundo, cheio de pensamentos e saudade. Não tem recordações, nem identidade, nem pulso, mas ele tem sonhos. Após vivenciar as memórias de um adolescente enquanto devorava seu cérebro, R faz uma escolha inesperada, que começa com uma relação tensa, desajeitada e estranhamente doce com a namorada de sua vítima. Julie é uma explosão de cores na paisagem triste e cinzenta que envolve a "vida" de R e sua decisão de protegê-la irá transformar não só ele, mas também seus companheiros mortos-vivos, e talvez o mundo inteiro. Assustador, engraçado e surpreendentemente comovente, Sangue Quente fala sobre estar vivo, estando morto, e a tênue linha que os separa.


Tive o interesse em ler sangue quente por que li muitas resenhas positivas, mas depois de concluir a leitura percebi que na minha opinião o livro não tem nada de excepcional, R é um zumbi não se lembra do seu nome e nem de como morreu, a rotina dele é comer o cérebro das pessoas e passar um tempo com seus colegas, mas no momento em que ele come o cérebro do namorado de Julie, R começa a se sentir estranho em relação a ela, e começa a ver as lembranças do namorado dela e a partir dai ele começa a sentir a necessidade de proteger e conhecer Julie melhor.

Todo mundo comparou o livro a crepúsculo e não vi nada que seja igual, nem se quer uma letra ou situação que lembre a história do vampiro que se apaixonou pela humana, sangue quente foi engraçadinho no começo, mas o lado chato do livro foram as lembranças do namorado de Julie, ele era uma pessoa insuportável e a razão da qual eu não ter gostado tanto do livro, R tenta se enturma com Julie, e a protege da melhor forma possivel, afinal seus companheiros querem comer o cérebro dela, eles estão vivendo um apocalipse zumbi, na verdade não explicou exatamente como tudo aconteceu, simplesmente jogam um mundo cheios de zumbis onde não tem comida decente e os únicos que comem carne são os zumbis mesmo, Julie começa a gostar de R também, fala um pouco de sua adolescência e mostra que ela é bem diferente de uma donzela em perigo.

Eu tive uma enorme dificuldade para termina esse livro, não tinha nada que me fizesse ficar presa a história e olha que comecei a ler no começo do ano, a falta de química entre o zumbi e a humana, as lembranças desnecessárias do ex namorado de Julie tudo isso contribuiu para que eu quase desistisse do livro, mas como eu li uma resenha que disse que o final era surpreendente, então eu continuei a ler.

Quotes
"- Não sei porque você... diz adeus. Eu digo... olá."

"Ela olha para mim como se eu fosse o Pé-Grande, o Abominável Homem das
Neves ou talvez um unicórnio."

"Ele se travestiu de Vivo!"

"Adoraria entrar em seus sonhos do mesmo jeito que ela entra nos meus."

Eu ainda não tive a oportunidade de assistir o filme, sei que pelo trailer é um pouco diferente do livro,vou assistir assim que for possível.

2 Comentários

  1. já tinha visto algo sobre esse livro, depois desta sua resenha até me deu vontade de ler, mas não curto muito história deste estilo, mas esta irei dar um chance! Arrasou! bjs
    lelusantos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. eu ia comprar o livro, mas preferi ver o filme para ter certeza. e é engraçadinho - na vdd o trailer parece mais engraçado, mas para aí.
    agora qqr coisa que envolva outros seres que se apaixonam por humanas será visto como 'novo Crepúsculo' haha

    ResponderExcluir